Imagem

1. Segundo suas funções, as placas abaixo, pela ordem, são classificadas nos seguintes tipos:

A) indicação, atenção e siga.
B) advertência, regulamentação e indicação.
C) regulamentação, advertência e indicação.
D) proibição, autorização e atrativos turísticos.
E) advertência, indicação e serviço auxiliar.

Imagem

2. Considere a figura abaixo. A placa de sinalização regulamenta e informa ao motorista:

A) a velocidade máxima permitida.
B) a altura máxima permitida.
C) a largura máxima permitida.
D) o comprimento total permitido.
E) o peso total permitido por eixo.

Imagem

3. Um condutor, ao visualizar as placas de sinalização educativa ilustradas abaixo, tem a obrigação de saber que elas:

A) devem ser obedecidas apenas na presença dos agentes de trânsito.
B) indicam comportamentos adequados que devem ser adotados apenas nas proximidades das placas.
C) indicam comportamentos adequados que devem ser adotados sempre.
D) apenas indicam comportamentos recomendados, que não necessariamente precisam ser adotados.
E) devem ser obedecidas apenas em situação de emergência.

Imagem

4. A placa (R-8b) indica que é:

A) proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da direita para esquerda.
B) proibido virar à esquerda.
C) proibido retornar à esquerda.
D) proibido ultrapassar da direita para esquerda.
E) proibida a circulação de bicicletas na área ou via sinalizada.

Imagem

5. Um condutor, ao estacionar o seu veículo, às 22 horas, por um período de permanência de aproximadamente duas horas, em uma via sinalizada com a placa representada abaixo,

A) estará cometendo uma infração, mesmo que preencha o cartão.
B) estará em situação regular.
C) deverá acionar as luzes de emergência (pisca-alerta).
D) deverá limitar o período de estacionamento em, no máximo, uma hora.
E) deverá preencher o cartão.

Imagem

6. Em uma avenida da cidade onde reside, um condutor verifica a existência das placas conjugadas abaixo representadas.O condutor deve saber que:

A) caso exista fiscalização eletrônica, deverá haver também, obrigatoriamente, sinalização educativa.
B) os limites de velocidade variam de acordo com os dias e horários indicados nas placas, valendo para qualquer veículo.
C) adiante existe, certamente, fiscalização eletrônica.
D) a redução de velocidade nos dias úteis, conforme indica a placa, é válida apenas para caminhões e ônibus.
E) as velocidades indicadas nas placas são apenas recomendações para os condutores.

7. Quanto à sua função, a sinalização vertical compõe-se dos seguintes tipos:

A) educativa, regulamentação e advertência.
B) regulamentação, indicação e orientação de destino.
C) regulamentação, advertência e indicação.
D) indicação, educativa e serviços auxiliares.
E) advertência, serviços auxiliares e indicação.

Imagem

8. A parada no meio de um cruzamento é proibida:

A) apenas se existir a placa educativa, conforme exemplo indicado na figura.
B) apenas se existir a pintura amarela, conforme exemplo indicado na figura.
C) apenas nos horários de pico.
D) apenas se existir pintura amarela combinada com placas educativas.
E) em qualquer situação.

Imagem

9. A placa (A-3a) significa:

A) curva acentuada à esquerda.
B) pista sinuosa à esquerda.
C) curva à esquerda.
D) curva em “S” à esquerda.
E) pista sinuosa à direita.

10. Conforme o CTB, “trânsito é a utilização das vias para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga ou descarga por”

A) pessoas, veículos e animais, conduzidos ou não.
B) pessoas e veículos, somente.
C) veículos, somente.
D) pessoas, somente.
E) veículos e animais, somente, conduzidos ou não.

Imagem

11. A placa (R-40) indica que:

A) é proibido o trânsito de bicicletas na área ou via sinalizada.
B) é proibido o trânsito de pedestres e ciclistas na área ou via sinalizada.
C) é proibido o trânsito de motocicletas, motonetas e ciclomotores na área ou via sinalizada.
D) é proibido o trânsito de carros de mão na área ou via sinalizada.
E) é proibida a brincadeira de crianças na via pública.

Imagem

12. A placa (A-21d) significa:

A) Alargamento de pista à esquerda.
B) Estreitamento de pista à esquerda.
C) Estreitamento de pista ao centro.
D) Estreitamento de pista à direita.
E) Alargamento de pista à direita.

13. Um condutor dirige em uma via de sentido único de circulação com fluxo intenso, quando percebe que o semáforo mudou para a cor amarela e o condutor de trás está muito perto do seu pára-choque. Nessa situação, o condutor deve:

A) sinalizar com o braço para que o condutor de trás pare a tempo, frear com intermitência para piscar as luzes e tentar parar antes da linha de retenção.
B) ficar atento apenas à sua ação de parar.
C) frear, mudando de faixa e permitindo que o outro veículo passe.
D) frear bruscamente, parando antes da faixa de segurança.
E) continuar com segurança, acelerando para avançar o semáforo.

14. Ao dirigir em uma rodovia, o condutor entra em um trecho com neblina muito intensa, praticamente impedindo a visão. Nessa situação ele deve:

A) prosseguir a viagem com velocidade reduzida, acionando os faróis altos.
B) manter velocidade alta, pois algum veículo pode bater na traseira do seu veículo, e acionar o piscaalerta.
C) parar no acostamento, ligando as luzes de posição do veículo.
D) procurar um local seguro, fora da pista, para parar o veículo e aguardar a melhoria da visibilidade.
E) prosseguir a viagem com velocidade reduzida, acionando as luzes do pisca-alerta.

15. O trânsito de veículos nos acostamentos de rodovias é permitido:

A) quando, devido à problema mecânico, o veículo estiver lento.
B) quando a pista estiver congestionada.
C) para ultrapassagem de veículos muito lentos.
D) para rebocar um veículo acidentado ou com problemas mecânicos.
E) para acessar imóveis lindeiros ou fazer conversões.

16. Durante a chuva, o condutor deve acionar o limpador de pára-brisa do veículo e:

A) deixar uma abertura nos vidros.
B) acionar a ventilação do veículo.
C) acender pelo menos as luzes de posição.
D) ligar o desembaçador traseiro.
E) acender as luzes altas.

17. O trânsito sobre passeio é permitido para:

A) ter acesso à áreas especiais de estacionamento ou imóveis.
B) escapar de congestionamento.
C) apanhar passageiros, no caso de táxi.
D) fazer manobra de retorno.
E) cortar caminho em caso de emergência.

18. Na utilização correta do freio de estacionamento do veículo deve-se:

A) colocar um calço na roda sempre que estacionar o veículo em vias inclinadas.
B) colocar óleo para lubrificá-lo.
C) puxar a alavanca, sem forçar além do necessário.
D) manter o bom estado das pastilhas
E) puxar a alavanca ao máximo para se ter maior segurança.

19. A forma correta de parar o carro em uma ladeira, com acentuado aclive, ou seja, no sentido da subida, a fim de aguardar a abertura do semáforo, é:

A) acionar os freios de serviço (pedal) inicialmente e, em seguida, o de estacionamento (mão), colocando o veículo simultaneamente em ponto morto.
B) manter o veículo com a embreagem patinando, para facilitar a saída e impedir que ele retorne.
C) acionar o freio de estacionamento (mão) e engatar a primeira marcha, mantendo a embreagem levemente solta para sair mais rápido.
D) acionar o freio de serviço (pedal) e, em seguida, engatar a 1a marcha.
E) segurar o freio somente com o freio de serviço (pedal).

20. Certo condutor vai guiar pela primeira vez um veículo diferente do seu, bem mais moderno. Segundo os preceitos da Direção Defensiva, o procedimento correto a adotar é:

A) dirigir com atenção, uma vez que os carros modernos são equipados com comandos complicados.
B) portar a documentação do veículo, procurar conhecer todos os comandos do veículo antes deconduzi-lo, bem como fazer os devidos ajustes nos espelhos retrovisores e no banco do condutor.
C) informar-se com o proprietário sobre o seguro do automóvel e como acionar socorro, se necessário.
D) dirigir devagar e, em caso de dúvida, estacionar o veículo e solicitar auxílio ao agente de trânsito.
E) portar a documentação do veículo; portar o manual do veículo, caso necessite consultá-lo; e dirigir com habilidade.

21. Atualmente, graças à intensa propaganda, para muitas pessoas, a aquisição de um veículo transformou-se em promessa de sucesso e felicidade. Um dos custos sociais desse consumismo desenfreado é:

A) a ampliação das sanções aos motoristas infratores.
B) a diminuição da durabilidade dos bens consumidos.
C) a criação de uma sociedade cada vez menos desigual.
D) o impacto provocado sobre o meio ambiente.
E) o aumento dos conflitos entre consumidores e cidadãos.

22. Nas grandes cidades verifica-se que, nos meses mais frios do ano, acumulam-se mais poluentes no ar porque sua dispersão é:

A) Facilitada pela inversão térmica.
B) Dificultada pelo efeito estufa.
C) Dificultada pela inversão térmica
D) Facilitada pelo efeito estufa
E) facilitada pela chuva ácida

23. Atirar, nas vias públicas, objetos ou substâncias de dentro do veículo é passível de multa e constitui uma infração:

A) grave, geralmente, praticada por condutores de nível de escolaridade alta.
B) média, que pode ser considerada irresponsável sob o ponto de vista ambiental.
C) leve, cotidianamente, praticada pelos que criticam os ecologistas.
D) gravíssima, raramente praticada por condutores jovens
E) leve, que pode ser considerada danosa apenas para os pedestres

24. No Brasil, há que se considerar que o cidadão pode exercer diferentes papéis no contexto social: ora atua como pedestre, ora como motorista ou motociclista. Para o Código de Trânsito Brasileiro, o cidadão é:

A) alvo de permanentes pesquisas.
B) prioridade no que se refere à defesa da vida.
C) prioridade no que se refere à defesa da vida.
D) um sujeito detentor de livre arbítrio.
E) é o único responsável pelos problemas de trânsito.

25. O sistema de arrefecimento é um sistema pressurizado que permite:

A) maior temperatura de ebulição do líquido.
B) menor temperatura do motor.
C) favorecimento na troca de calor pelo radiador.
D) maior temperatura do motor.
E) aquecimento mais rápido do motor.

26. O nível de óleo lubrificante do motor deve ser verificado com o motor:

A) funcionando em rotação de marcha lenta.
B) funcionando em 1500 rpm.
C) parado e frio, antes da primeira partida do dia.
D) quente, logo após ter sido desligado.
E) quente, mais ou menos dez minutos após ter sido desligado.

27. Devido à tempestade, os cabos elétricos se romperam e estão sobre um carro com três passageiros. Nessa situação, o procedimento indicado é:

A) retirar, ao mesmo tempo, os cabos e os passageiros do carro.
B) solicitar ajuda de outros motoristas para a retirada dos passageiros, sem provocar a movimentação do carro.
C) retirar os cabos, enquanto se aguarda o resgate.
D) retirar os passageiros após afastar os cabos com um cano de ferro.
E) orientar os passageiros para que permaneçam no interior do carro aguardando o resgate adequado.

28. Ocorreu um acidente às 13 horas em uma rodovia que apresenta pista seca e cuja velocidade máxima permitida é de 100 km/h. A distância para o início da sinalização deve ser de:

A) 40 passos curtos.
B) 50 passos curtos.
C) 100 passos longos.
D) 120 passos longos.
E) 140 passos longos.

29. Em uma rua há um carro em chamas após colisão frontal com outro veículo. Nesse caso, recomenda-se

A) usar o extintor dirigindo o jato para o meio do fogo.
B) usar o extintor com movimentos em forma de “X”.
C) posicionar o extintor na posição horizontal, antes de acionar o gatilho.
D) jogar o conteúdo do extintor aos poucos.
E) empregar, se possível, vários extintores ao mesmo tempo.

30. Certo motorista presenciou um atropelamento em uma via urbana, em que a vítima sofreu ferimentos generalizados, permanecendo deitada na pista. O condutor envolvido fugiu do local do acidente com seu veículo. Nesta situação, deve-se, imediatamente:

A) perseguir o veículo envolvido no acidente.
B) colocar a vítima sentada, para facilitar a respiração.
C) arrastar a vítima para o passeio.
D) colocar a vítima em seu veículo e removê-la para um hospital.
E) sinalizar o local e acionar o serviço de resgate (atendimento médico especializado).

0 de 30