Imagem

1. A placa (R-5b) indica que é proibido:

A) realizar conversão à direita.
B) entrar no estacionamento.
C) retornar à esquerda.
D) seguir em frente ou entrar na rua ou área restringida.
E) retornar à direita.

Imagem

2. Segundo suas funções, as placas abaixo, pela ordem, são classificadas nos seguintes tipos:

A) indicação, atenção e siga.
B) advertência, regulamentação e indicação.
C) regulamentação, advertência e indicação.
D) proibição, autorização e atrativos turísticos.
E) advertência, indicação e serviço auxiliar.

Imagem

3. A placa (A-21d) significa:

A) Alargamento de pista à esquerda.
B) Estreitamento de pista à esquerda.
C) Estreitamento de pista ao centro.
D) Estreitamento de pista à direita.
E) Alargamento de pista à direita.

Imagem

4. A placa (A-21e) significa:

A) Estreitamento de pista ao centro.
B) Alargamento de pista à direita.
C) Estreitamento de pista à direita.
D) Alargamento de pista à esquerda.
E) Estreitamento de pista à esquerda.

Imagem

5. A placa (R-38) indica que:

A) é proibido o trânsito de caminhões na área ou via sinalizada.
B) os ônibus e caminhões devem manter-se à direita.
C) é proibido o trânsito de tratores e máquinas de obras na área ou via sinalizada.
D) é proibido o trânsito de motocicletas, motonetas e ciclomotores na área ou via sinalizada.
E) é proibido o trânsito de ônibus na área ou via sinalizada.

Imagem

6. A placa (R-8b) indica que é:

A) proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da direita para esquerda.
B) proibido virar à esquerda.
C) proibido retornar à esquerda.
D) proibido ultrapassar da direita para esquerda.
E) proibida a circulação de bicicletas na área ou via sinalizada.

Imagem

7. Em uma avenida da cidade onde reside, um condutor verifica a existência das placas conjugadas abaixo representadas.O condutor deve saber que:

A) caso exista fiscalização eletrônica, deverá haver também, obrigatoriamente, sinalização educativa.
B) os limites de velocidade variam de acordo com os dias e horários indicados nas placas, valendo para qualquer veículo.
C) adiante existe, certamente, fiscalização eletrônica.
D) a redução de velocidade nos dias úteis, conforme indica a placa, é válida apenas para caminhões e ônibus.
E) as velocidades indicadas nas placas são apenas recomendações para os condutores.

Imagem

8. A placa (R-36b) indica que:

A) os pedestres devem transitar pelo lado esquerdo e os ciclistas devem transitar pelo lado direito.
B) é proibido o trânsito de pedestres.
C) é necessário parar para controle alfandegário.
D) os ciclistas devem circular pelo lado esquerdo e os pedestres devem transitar pelo lado direito.
E) os ciclistas devem transitar pelo lado direito.

Imagem

9. A placa (A-14) significa:

A) sinalização à frente.
B) sinal vermelho à frente.
C) sinalização para pedestre à frente.
D) semáforo à frente.
E) atenção: semáforo.

Imagem

10. A placa (R-37) indica que:

A) é proibido o trânsito de carros de mão na área ou via sinalizada.
B) é proibido o trânsito de motocicletas, motonetas e ciclomotores na área ou via sinalizada.
C) é proibido, para as motocicletas, realizar a operação de ultrapassagem no trecho regulamentado.
D) é proibido o trânsito de tratores e máquinas de obras na área ou via sinalizada.
E) é proibido o trânsito de bicicletas na área ou via sinalizada.

11. Conforme o CTB, “trânsito é a utilização das vias para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga ou descarga por”

A) pessoas, veículos e animais, conduzidos ou não.
B) pessoas e veículos, somente.
C) veículos, somente.
D) pessoas, somente.
E) veículos e animais, somente, conduzidos ou não.

Imagem

12. A placa (A-21b) significa:

A) Alargamento de pista è esquerda.
B) Estreitamento de pista ao centro.
C) Estreitamento de pista à direita.
D) Alargamento de pista à direita.
E) Estreitamento de pista à esquerda.

13. Em descida de serra, em declive, o procedimento correto para não forçar os freios e nem aquecê-los em demasia é:

A) bombear continuamente os freios para aumentar a sua pressão.
B) colocar em ponto morto e usar somente os freios para economizar combustível.
C) descer com o câmbio engrenado.
D) colocar a primeira marcha e descer acelerando.
E) usar o freio de estacionamento (mão) como freio auxiliar.

14. A forma correta de parar o carro em uma ladeira, com acentuado aclive, ou seja, no sentido da subida, a fim de aguardar a abertura do semáforo, é:

A) acionar os freios de serviço (pedal) inicialmente e, em seguida, o de estacionamento (mão), colocando o veículo simultaneamente em ponto morto.
B) manter o veículo com a embreagem patinando, para facilitar a saída e impedir que ele retorne.
C) acionar o freio de estacionamento (mão) e engatar a primeira marcha, mantendo a embreagem levemente solta para sair mais rápido.
D) acionar o freio de serviço (pedal) e, em seguida, engatar a 1a marcha.
E) segurar o freio somente com o freio de serviço (pedal).

15. Você está em uma via secundária e vai entrar em uma rodovia de alta velocidade e com grande volume de tráfego. A forma mais adequada de efetuar essa manobra é:

A) sinalizar e entrar lentamente, conforme legislação vigente.
B) entrar na faixa da direita da rodovia e então acelerar para ganhar velocidade, conforme regra do CTB.
C) entrar em velocidade reduzida, conforme preceito da Direção Defensiva.
D) entrar na rodovia e, logo em seguida, se encaminhar para a faixa da esquerda.
E) sinalizar, ganhar velocidade na pista de aceleração (se houver) ou no acostamento, de forma a entrar na pista já em velocidade compatível com a da rodovia, diminuindo o risco de “fechar” os demais veículos.

16. Durante a chuva, o condutor deve acionar o limpador de pára-brisa do veículo e:

A) deixar uma abertura nos vidros.
B) acionar a ventilação do veículo.
C) acender pelo menos as luzes de posição.
D) ligar o desembaçador traseiro.
E) acender as luzes altas.

17. Vera é mãe de duas crianças em idade escolar, com 5 e 9 anos de idade. Certo dia, apanhou seus filhos na escola e, no caminho para casa, enfrentou tráfego “pesado”. As crianças brincavam soltas no banco traseiro e gritavam sem parar. Em certo momento, o veículo em movimento, à velocidade de 40 km/h, Vera voltou-se para as crianças, afim de repreendê-las. É possível concluir que Vera agiu:

A) corretamente, pois as crianças devem ser transportadas no banco traseiro e em silêncio, conforme preconizado no CTB.
B) corretamente ao voltar-se para trás a fim de repreender as crianças durante o trajeto, pois tinha que se concentrar no trânsito, conforme preceitos da Direção Defensiva.
C) incorretamente, pois deveria ter repreendido as crianças somente ao chegar em casa, conforme regra do CTB.
D) corretamente, de acordo com o CTB.
E) incorretamente, pois o fato de ter-se voltado para trás pôs em risco a atenção da condutora ao volante, e, consequentemente, a segurança, além de ter esquecido de fixar o cinto de segurança nas crianças.

18. Durante o percurso de descida em serra, o condutor deve:

A) deixar o veículo em marcha reduzida.
B) deixar o veículo desengatado e utilizar o freio.
C) utilizar o freio aos poucos e continuamente.
D) deixar o veículo engatado e utilizar o freio sucessivamente.
E) utilizar o freio aos poucos com pequenas bombeadas no pedal.

19. Em certa rodovia, há um acentuado desnível entre a pista e o acostamento. Por descuido, você saiu com as duas rodas da direita para fora da pista. Nessa situação, dentre as opções abaixo, a conduta correta é:

A) voltar imediata e rapidamente à pista, pois é proibido trafegar pelo acostamento.
B) diminuir a velocidade lentamente, verificando se não há veículos que se aproximam e, então, sinalizar e efetuar com cautela e adequadamente a manobra de retorno à pista.
C) trafegar pelo acostamento e, rapidamente, iniciar a manobra de retorno.
D) aumentar bastante a velocidade para facilitar a manobra de retorno à pista.
E) diminuir bastante a velocidade, parando momentaneamente no acostamento, e depois retornar à pista.

20. O trânsito de veículos nos acostamentos de rodovias é permitido:

A) quando, devido à problema mecânico, o veículo estiver lento.
B) quando a pista estiver congestionada.
C) para ultrapassagem de veículos muito lentos.
D) para rebocar um veículo acidentado ou com problemas mecânicos.
E) para acessar imóveis lindeiros ou fazer conversões.

21. Nas grandes cidades verifica-se que, nos meses mais frios do ano, acumulam-se mais poluentes no ar porque sua dispersão é:

A) Facilitada pela inversão térmica.
B) Dificultada pelo efeito estufa.
C) Dificultada pela inversão térmica
D) Facilitada pelo efeito estufa
E) facilitada pela chuva ácida

22. Atualmente, graças à intensa propaganda, para muitas pessoas, a aquisição de um veículo transformou-se em promessa de sucesso e felicidade. Um dos custos sociais desse consumismo desenfreado é:

A) a ampliação das sanções aos motoristas infratores.
B) a diminuição da durabilidade dos bens consumidos.
C) a criação de uma sociedade cada vez menos desigual.
D) o impacto provocado sobre o meio ambiente.
E) o aumento dos conflitos entre consumidores e cidadãos.

23. No Brasil, há que se considerar que o cidadão pode exercer diferentes papéis no contexto social: ora atua como pedestre, ora como motorista ou motociclista. Para o Código de Trânsito Brasileiro, o cidadão é:

A) alvo de permanentes pesquisas.
B) prioridade no que se refere à defesa da vida.
C) prioridade no que se refere à defesa da vida.
D) um sujeito detentor de livre arbítrio.
E) é o único responsável pelos problemas de trânsito.

24. Atirar, nas vias públicas, objetos ou substâncias de dentro do veículo é passível de multa e constitui uma infração:

A) grave, geralmente, praticada por condutores de nível de escolaridade alta.
B) média, que pode ser considerada irresponsável sob o ponto de vista ambiental.
C) leve, cotidianamente, praticada pelos que criticam os ecologistas.
D) gravíssima, raramente praticada por condutores jovens
E) leve, que pode ser considerada danosa apenas para os pedestres

25. É desaconselhável o uso de ponto morto (banguela) com o veículo em movimento pois ocorre:

A) aumento no ruído das engrenagens da caixa de câmbio.
B) aumento no consumo de combustível.
C) diminuição no consumo de combustível.
D) diminuição na lubrificação da caixa de câmbio.
E) desgaste no conjunto de embreagem.

26. A manutenção preventiva dos veículos inclui cuidados periódicos com os pneus. Assim, o condutor deve ficar atento:

A) ao desgaste dos pneus, a fim de garantir aderência ao piso e aumentar segurança, em caso de piso molhado.
B) à calibragem dos pneus, uma vez que interferem no desgaste prematuro transversal dos amortecedores.
C) ao desgaste dos pneus, uma vez que interferem no consumo do óleo de freio.
D) d)às dimensões irregulares dos pneus, pois poderão provocar diminuição do nível de óleo de transmissão (câmbio).
E) possíveis deformações na carcaça dos pneus, pois estas permitem o escoamento do óleo de freio.

27. Ao atender um motociclista com alteração de consciência, após bater a cabeça no chão, deve-se:

A) mantê-lo com a temperatura do corpo abaixo do normal.
B) restringir os movimentos, mantendo as roupas apertadas.
C) evitar movimentá-lo e chamar socorro médico.
D) evitar conversar com ele, para não confundi-lo ainda mais.
E) forçá-lo a ingerir líquidos.

28. Uma das regras fundamentais para fazer a sinalização do acidente é:

A) iniciar a sinalização após o acidente ser visível.
B) sinalizar o local até a uma distância de 3 metros do acidente.
C) selecionar pessoas vestidas com roupas de cor branca para fazer a sinalização.
D) não sinalizar com materiais encontrados nas imediações tais como os galhos de árvores e latas.
E) não permitir que curiosos parem na via destinada ao tráfego.

29. Uma vítima de acidente de trânsito apresenta fratura localizada na perna esquerda. Enquanto se aguarda o resgate, deve-se:

A) agasalhar a vítima, forrar a superfície onde ela está deitada e dar-lhe um comprimido de Voltaren.
B) estimular a circulação do local fraturado por meio de massagem local.
C) não movimentar a vítima.
D) imobilizar a perna por meio de tipóia.
E) fazer pressão firme diretamente no local da fratura, com um pano, gaze ou lenço.

30. Uma pessoa estava trafegando por uma via quando viu um acidente de trânsito. Parou seu veículo em local seguro e foi colaborar no socorro às vítimas. Soube que uma das vítimas não estava usando o cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo, bateu a cabeça e as costas e desmaiou. A ajuda neste tipo de caso é importante, mas, se a vítima for movimentada poderá ocorrer:

A) hérnia de disco.
B) bico de papagaio.
C) infecção óssea.
D) agravamento da lesão da coluna vertebral.
E) luxação dos músculos das costas.

0 de 30