1. Conforme o CTB, “trânsito é a utilização das vias para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga ou descarga por”

A) pessoas, veículos e animais, conduzidos ou não.
B) pessoas e veículos, somente.
C) veículos, somente.
D) pessoas, somente.
E) veículos e animais, somente, conduzidos ou não.

2. Circulando por uma via em um bairro residencial um condutor com CNH categoria E chega a um cruzamento sinalizado com uma placa “Parada Obrigatória”. O condutor deve saber que essa placa representa uma sinalização:

A) de indicação.
B) de advertência.
C) educativa.
D) de orientação.
E) de regulamentação.

Imagem

3. Esta placa indica:

A) a obrigação dos veículos de carga passarem pela balança.
B) a obrigação dos veículos de carga pararem para conferência de documentação.
C) a proibição de circulação de veículos de carga, que deverão sair da estrada.
D) a obrigação de ônibus, caminhões e veículos de grande porte circularem pela faixa à direita.
E) a proibição de ônibus e caminhões de circularem na faixa da esquerda.

Imagem

4. Em uma avenida da cidade onde reside, um condutor verifica a existência das placas conjugadas abaixo representadas.O condutor deve saber que:

A) caso exista fiscalização eletrônica, deverá haver também, obrigatoriamente, sinalização educativa.
B) os limites de velocidade variam de acordo com os dias e horários indicados nas placas, valendo para qualquer veículo.
C) adiante existe, certamente, fiscalização eletrônica.
D) a redução de velocidade nos dias úteis, conforme indica a placa, é válida apenas para caminhões e ônibus.
E) as velocidades indicadas nas placas são apenas recomendações para os condutores.

Imagem

5. A placa (A-5a) significa:

A) curva à esquerda.
B) curva acentuada à esquerda.
C) curva em “S” à esquerda.
D) pista sinuosa à esquerda.
E) curva em “S” à esquerda.

Imagem

6. A placa (A-14) significa:

A) sinalização à frente.
B) sinal vermelho à frente.
C) sinalização para pedestre à frente.
D) semáforo à frente.
E) atenção: semáforo.

Imagem

7. A placa (A-3a) significa:

A) curva acentuada à esquerda.
B) pista sinuosa à esquerda.
C) curva à esquerda.
D) curva em “S” à esquerda.
E) pista sinuosa à direita.

Imagem

8. Considere a figura abaixo. A placa de sinalização regulamenta e informa ao motorista:

A) a velocidade máxima permitida.
B) a altura máxima permitida.
C) a largura máxima permitida.
D) o comprimento total permitido.
E) o peso total permitido por eixo.

Imagem

9. A placa (A-26a) significa:

A) Travessia de pedestres.
B) Sentido duplo.
C) Sentido único.
D) Passagem obrigatória.
E) Siga em frente.

Imagem

10. A placa (A-21e) significa:

A) Estreitamento de pista ao centro.
B) Alargamento de pista à direita.
C) Estreitamento de pista à direita.
D) Alargamento de pista à esquerda.
E) Estreitamento de pista à esquerda.

Imagem

11. A placa (R-35b) indica que:

A) os pedestres devem transitar pelo lado direito.
B) é proibido o trânsito de pedestres.
C) é proibida a circulação de ciclistas na via ou área sinalizada.
D) os ciclistas devem circular pelo lado direito e os pedestres pelo lado esquerdo.
E) os ciclistas devem transitar pelo lado direito.

Imagem

12. A placa (R-35a) indica que:

A) é proibida a circulação de ciclistas na via ou área sinalizada.
B) os pedestres devem transitar pelo lado esquerdo.
C) os ciclistas devem transitar pelo lado esquerdo.
D) os ciclistas devem circular pelo lado esquerdo e os pedestres pelo lado direito.
E) é proibido o trânsito de pedestres.

13. Verificar se o espaço é suficiente, sinalizar com antecedência e retornar à faixa anterior, são procedimentos para executar uma

A) ultrapassagem segura.
B) manobra de conversão.
C) mudança de faixa de trânsito.
D) manobra de estacionamento.
E) entrada em via preferencial.

14. “POR QUE DEVO RESPEITAR AS DISTÂNCIAS DE SEGURANÇA?” Considerando o CTB e os preceitos de Direção Defensiva, a resposta correta para a questão acima é:

A) Para que os veículos que venham no sentido contrário tenham melhor visibilidade.
B) Para que haja tempo e distância de reação, no caso de freada busca, evitando colisão.
C) Para eliminar a possibilidade de erro por parte do condutor.
D) Para poder se livrar do trânsito “pesado”.
E) Para possibilitar distância suficiente que permita a manobra de ultrapassagem segura.

15. Anselmo tem muito cuidado com seu veículo. Mora em uma rua de duplo sentido de direção, quase na esquina com um cruzamento, rua esta em que há grande fluxo de pedestres, ciclistas, motociclistas e veículos. O espaço de sua garagem é muito “apertado”. Assim, durante o dia, Anselmo tem o hábito de deixar o veículo estacionado em frente à sua casa, bem “colado” ao portão de sua casa, com os dois pneus direitos sobre a calçada, a fim de evitar colisões em seu veículo. Conforme o CTB e os preceitos da Direção Defensiva, Anselmo está:

A) correto, pois manter o veículo sobre a calçada facilita o fluxo de veículos na via.
B) incorreto, pois mesmo parcialmente sobre a calçada, o veículo compromete a fluidez do trânsito.
C) correto, pois evita colisões com veículos cujos condutores trafeguem em alta velocidade.
D) correto, pois cumpre e faz cumprir a legislação de trânsito, tendo em vista que todo condutor tem permissão legal para estacionar sobre a calçada em frente à sua própria casa.
E) incorreto, pois desrespeita a lei e põe em risco a segurança dos pedestres, que terão que circular pela pista de veículos.

16. O veículo A está seguindo o veículo B mantendo certa distância, conforme recomenda os preceitos de Direção Defensiva, bem como as normas de trânsito. Nesse caso, é CORRETO afirmar que a distância do veículo A para o veículo B:

A) facilita a colisão do veículo A com o veículo B.
B) dificulta a frenagem e facilita a colisão entre os veículos.
C) possibilitará a freada brusca do veículo A, para não colidir com o veículo B.
D) diminui a probabilidade de colisão do veículo A com o veículo B.
E) diminui a distância para frenagem do veículo A.

17. Cristina conduzia em alta velocidade seu veículo em uma rodovia, quando, de repente, começou uma forte chuva. Sem que ela percebesse, seu veículo sofreu o fenômeno da aquaplanagem, que ocorre, pela combinação dos seguintes fatores:

A) velocidade reduzida, chuva e pneus “carecas”.
B) falta de atenção e pavimentação ruim da pista.
C) pequena distância entre os veículos em circulação e falta de cuidado nas curvas.
D) alta velocidade, excesso de água na pista e pneus em mau estado.
E) alta velocidade, falta de destreza do condutor e suspensão do veículo em mau estado.

18. Você está em uma via secundária e vai entrar em uma rodovia de alta velocidade e com grande volume de tráfego. A forma mais adequada de efetuar essa manobra é:

A) sinalizar e entrar lentamente, conforme legislação vigente.
B) entrar na faixa da direita da rodovia e então acelerar para ganhar velocidade, conforme regra do CTB.
C) entrar em velocidade reduzida, conforme preceito da Direção Defensiva.
D) entrar na rodovia e, logo em seguida, se encaminhar para a faixa da esquerda.
E) sinalizar, ganhar velocidade na pista de aceleração (se houver) ou no acostamento, de forma a entrar na pista já em velocidade compatível com a da rodovia, diminuindo o risco de “fechar” os demais veículos.

19. Em descida de serra, em declive, o procedimento correto para não forçar os freios e nem aquecê-los em demasia é:

A) bombear continuamente os freios para aumentar a sua pressão.
B) colocar em ponto morto e usar somente os freios para economizar combustível.
C) descer com o câmbio engrenado.
D) colocar a primeira marcha e descer acelerando.
E) usar o freio de estacionamento (mão) como freio auxiliar.

20. A forma correta de parar o carro em uma ladeira, com acentuado aclive, ou seja, no sentido da subida, a fim de aguardar a abertura do semáforo, é:

A) acionar os freios de serviço (pedal) inicialmente e, em seguida, o de estacionamento (mão), colocando o veículo simultaneamente em ponto morto.
B) manter o veículo com a embreagem patinando, para facilitar a saída e impedir que ele retorne.
C) acionar o freio de estacionamento (mão) e engatar a primeira marcha, mantendo a embreagem levemente solta para sair mais rápido.
D) acionar o freio de serviço (pedal) e, em seguida, engatar a 1a marcha.
E) segurar o freio somente com o freio de serviço (pedal).

21. Nas grandes cidades verifica-se que, nos meses mais frios do ano, acumulam-se mais poluentes no ar porque sua dispersão é:

A) Facilitada pela inversão térmica.
B) Dificultada pelo efeito estufa.
C) Dificultada pela inversão térmica
D) Facilitada pelo efeito estufa
E) facilitada pela chuva ácida

22. No Brasil, há que se considerar que o cidadão pode exercer diferentes papéis no contexto social: ora atua como pedestre, ora como motorista ou motociclista. Para o Código de Trânsito Brasileiro, o cidadão é:

A) alvo de permanentes pesquisas.
B) prioridade no que se refere à defesa da vida.
C) prioridade no que se refere à defesa da vida.
D) um sujeito detentor de livre arbítrio.
E) é o único responsável pelos problemas de trânsito.

23. Atirar, nas vias públicas, objetos ou substâncias de dentro do veículo é passível de multa e constitui uma infração:

A) grave, geralmente, praticada por condutores de nível de escolaridade alta.
B) média, que pode ser considerada irresponsável sob o ponto de vista ambiental.
C) leve, cotidianamente, praticada pelos que criticam os ecologistas.
D) gravíssima, raramente praticada por condutores jovens
E) leve, que pode ser considerada danosa apenas para os pedestres

24. Atualmente, graças à intensa propaganda, para muitas pessoas, a aquisição de um veículo transformou-se em promessa de sucesso e felicidade. Um dos custos sociais desse consumismo desenfreado é:

A) a ampliação das sanções aos motoristas infratores.
B) a diminuição da durabilidade dos bens consumidos.
C) a criação de uma sociedade cada vez menos desigual.
D) o impacto provocado sobre o meio ambiente.
E) o aumento dos conflitos entre consumidores e cidadãos.

25. A função do catalisador no sistema de escapamento é:

A) melhorar a eficiência do motor.
B) controlar a potência do motor, tornando o veículo mais econômico.
C) diminuir a emissão de poluentes.
D) reduzir os ruídos do motor, diminuindo a poluição sonora.
E) garantir que a compressão do motor permaneça em nível ideal.

26. O nível de óleo lubrificante do motor deve ser verificado com o motor:

A) funcionando em rotação de marcha lenta.
B) funcionando em 1500 rpm.
C) parado e frio, antes da primeira partida do dia.
D) quente, logo após ter sido desligado.
E) quente, mais ou menos dez minutos após ter sido desligado.

27. Ao atender as vítimas de uma colisão entre dois carros, a pessoa que socorre deverá soltar o cinto de segurança, sem movimentar o corpo delas, APENAS quando:

A) as vítimas queixam-se de dor no corpo todo.
B) o cinto de segurança está dificultando a respiração.
C) o cinto de segurança dificulta a movimentação.
D) as vítimas queixam-se de formigamento nos braços e pernas.
E) as vítimas estão sonolentas.

28. Em um acidente com motocicleta, a vítima está inconsciente e caída no chão com os joelhos dobrados. Nesta situação, um cuidado a ser prestado à vítima é:

A) observar presença de deformidades e movimentar as articulações.
B) verificar presença de fratura no joelho e tentar colocar a articulação no lugar.
C) movimentar a cabeça para cima e para baixo.
D) transportar a vítima, o mais rápido possível, na posição sentada, para o hospital.
E) não tirar o capacete do motociclista, e não movimentá-lo.

29. O atendimento inicial a um acidentado com sangramento intenso em um dos braços deve ser a aplicação de:

A) talas acima do local do sangramento.
B) compressão no local do sangramento com gaze ou pano limpo.
C) pressão indireta nos pontos arteriais.
D) bandagem tipo tipóia.
E) talas abaixo do local de sangramento.

30. Na maioria das regiões do Brasil, quando se deseja acionar o Resgate do Corpo de Bombeiros deve-se telefonar para o número:

A) 193.
B) 192.
C) 191
D) 190.
E) 0800190.

0 de 30